Candeias: Vereador Jorge da JM acumulou ações legislativas em infraestrutura, educação e saúde em 2017

Vereador completou 01 ano de mandato.

Jorge Moura Barbosa, ou como é popularmente conhecido, Jorge da JM, é atualmente um dos mais populares legisladores municipais de Candeias. Eleito em 2016 para seu primeiro mandato pelo PT do B, Jorge já acumula um extenso histórico de requerimentos e ações mobilizadas em resposta às demandas populares.

Casado e pai de seis filhos, o vereador superou dificuldades através da honestidade e do trabalho. Sua popularidade cresceu através de seu empreendimento, a JM Solda, em frente à antiga CCC, às margens da BA522, em Candeias, empresa através da qual emprega inúmeros trabalhadores candeienses e provê mão de obra para indústrias região.

Na Câmara, sua atuação refletiu a seriedade e a ética empregada em seu cotidiano. Jorge iniciou o ano adotando uma postura neutra em relação ao governo municipal, liderado pelo prefeito Dr. Pitágoras. Ao longo de seu mandato, contudo, alinhou-se à base governamental nos momentos em que, como conta, “era importante para o município”.

Desde então, o vereador é um dos mais presentes na Casa Legislativa e no dia-a-dia da população. Atento aos problemas de infraestrutura da cidade, Jorge da JM esteve junto a liberação dos recursos para a reforma do Estádio David Caldeira; acompanhou alteração dos recursos que pavimentarão a Rua Wanderley Araújo Pinho,  as ações de pavimentação no distrito de Passé e na conhecida Rua do Tubo, no bairro da Urbis I.

Reconhecendo a importância do social, o vereador, ao lado de sua colega de Câmara, a vereadora Rosana Souza, levou um domingo feliz às crianças do bairro Dom Avelar no 12 de outubro. Mas o vereador não parou por aí. Foi dele a autoria do projeto que prevê a criação de Programa para Proteção Integral dos direitos de Crianças e Adolescentes do município.

Mantendo o compromisso com a transparência, o Bahia Notícia reuniu alguns dos principais projetos e pedidos de providência do vereador no que concerne às áreas de Infraestrutura, Educação e Cidadania, e Saúde. Confira.

Infraestrutura:

Atento às demandas municipais por infraestrutura, entre os projetos indicados pelo vereador estão a pavimentação e recuperação de inúmeras ruas e avenidas de Candeias, a exemplo da Rua Tancredo Neves, na Urbis I, Rua Frei Caneca, Frei Edmar, Novo Horizonte e Frei Godofredo no bairro Dom Avelar. Além dessas, a pavimentação da avenida que dá acesso à Praça dos Três Poderes também foi obra indicada pelo vereador, junto à pavimentação das Ruas Javari, Manuel Franscisco e Tiradentes, esta última no bairro do Sarandy. Além das obras de pavimentação, a recuperação do patrimônio público, como a reforma de escolas e pontos de ônibus também estiveram em sua pauta.

Educação e Cidadania:

A educação e cidadania também receberam atenção especial de Jorge da JM. O vereador propôs a criação de creche em tempo integral no bairro de Dom Avelar, além de uma Escola de Tempo Integral para o município. Jorge também propôs a criação de “Ecopontos”, os quais, em parceria com as escolas públicas, contribuiriam para uma melhor educação ambiental da população, que também estaria mais informada com base em seu programa de distribuição de pontos de internet pela cidade. O incentivo à agricultura, com a criação do Programa de Valorização e Incentivo da Agricultura, também é uma das formas propostas pelo vereador para melhorar a educação e as condições de vida e estudo na zona rural da cidade.

Saúde:

Na Saúde, Jorge da JM não deixou de pensar na relação entre doenças com a necessidade da prática esportiva. Por isso o vereador propôs a reforma, manutenção e modernização de Praças como a Felix Dias, no Dom Avelar, com a instalação de equipamentos que permitam e estimulem a prática esportiva, fundamental para uma vida saudável na atualidade. Integrado estaria o programa de Conscientização e Prevenção da Violência Doméstica, que orientaria, além das autoridades policiais, aos profissionais de saúde a lidar com os efeitos físicos, emocionais e psicológicos das vítimas de violência.