Ver. Irmão Gerson denunciou situação, mas Prefeitura ainda não se pronunciou.

No último dia 27 de janeiro deste ano a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Candeias foi fechada, impedindo a continuidade do atendimento de saúde a centenas de pessoas que recorriam à unidade diariamente. De acordo com o laudo apresentado pela Defesa Civil do Município, as razões do fechamento seriam sérias rachaduras espalhadas pela estrutura física do local.

No entanto, quase 10 meses após o diagnóstico, as prometidas reformas à estrutura não saíram do discurso do executivo municipal. No último mês de setembro, o vereador por Candeias, Irmão Gerson (DEM) esteve na UPA e constatou o que descreveu como “situação caótica” da unidade de saúde. Embora tenha cobrado uma posição do governo, à época o vereador não foi respondido.

Na última semana o Bahia Notícia tentou contatar o prefeito, Dr. Pitágoras, que é médico e utilizou a pauta da saúde como uma das principais plataformas de sua campanha até o paço municipal. A assessoria de Pitágoras, assim como a de sua esposa e Secretária de Saúde, afirmou que ambos não se encontravam na cidade. Além disso, a equipe de subsecretários e seus assessores também não foram encontrados, dado que moram em outros municipios.

Compartilhar