A busca por uma vaga de emprego levou cerca de 400 pessoas ao posto de atendimento do SAC do município de Candeias na manhã desta quinta-feira (15). As vagas foram anunciadas nas redes sociais e provocou uma grande procura dos trabalhadores. Algumas pessoas chegaram  no local por volta das 17h de ontem (14) para garantir uma das vagas.

As vagas seriam para a contratação de profissionais temporários para a Refinaria Landulpho Alves e são oferecidas pelo Sindicato dos Trabalhadores na Indústria da Construção Civil, Montagem e Manutenção Industrial de Candeias, Simões Filho, São Sebastião do Passé, São Francisco do Conde e Madre de Deus (Siticcan).

“Chegamos aqui umas dez horas da noite para uma vaga de trabalho, teve gente que chegou umas cinco horas da trade. Chegamos aqui teve tumulto para entrar e deu 150 fichas e não tem esses empregos aqui. Não sei se é culpa do sindicato ou do SAC”, disse um dos trabalhadores em entrevista ao programa Fala Comigo.

“Mais de 400 pessoas vieram aqui, colocaram o nome, dormiram aqui no meio da rua se arriscando, em tempo de um brigar com o outro porque todo mundo está almejando uma vaga de emprego, porque tem seus dependentes em casa. Tem gente que paga aluguel que tem que pagar as contas de casa como água, luz e telefone, e colocar comida em casa. Por causa de um alarme falso, não só alarme falso, mas da irresponsabilidade do Sindicato e da Petrobras, porque ela é que administrar isso”, afirmou outro trabalhador.

A direção do SAC informou a equipe da Rádio Baiana FM que a distribuição das senhas atende a demanda da unidade que é de 150 senhas por dia e que o posto só realiza o encaminhamento dos trabalhadores cadastrados. Ainda segundo a direção do SAC, a convocação dos trabalhadores é de responsabilidade das empresas que são responsáveis pela seleção dos profissionais.

Nossa equipe tentou o contato com a direção do Sittican, mas até o momento não obteve resposta.

Desemprego

A taxa de desemprego na Região Metropolitana de Salvador chega a 25,2%, com 489 mil pessoas, entre setembro e outubro de 2016, de acordo com a Superintendência de Estudos Econômicos e Sociais da Bahia (SEI).

Baiana Fm

Compartilhar