Denúncia foi levantada por vereadores do município.

A prefeita de Saubara, Márcia Mendes Oliveira de Araújo “ de Bolinha” (PT do B), ganha mais um processo para sua coleção. Desta vez a gestora é alvo de denúncia de fraude em concurso público municipal, que em edital abria vagas para ocupações diversas, como professor de História, Agente Administrativo, Almoxarife, Fiscal de tributos, entre outras.

A ação foi movida inicialmente pelos vereadores municipais Valtécio da Silva, Lucas Abdala, Maria Cristina de Santana, Dinaldo de Oliveira e Cláudia Conceição. Na denúncia, o grupo de legisladores destacaram o histórico de descumprimento da lei de responsabilidade e transparência pela prefeita em apenas 1 ano de governo.

Márcia de Araújo, que assumiu a prefeitura após governo comandado por seu marido, Antônio Raimundo de Araújo, o “Bolinha”, elaborou concurso de modo a privilegiar nomes pré-escolhidos, as famosas “cartas marcadas”. Além disso, a prefeita também não teria convocado os aprovados.

Em documento submetido ao Ministério Público, a prefeita é acusada de vir realizando “verdadeiro festival de contratações irregulares”. O episódio se soma à já consolidada má fama de Saubara em administração pública. O município já acumula 7 (sete) contas rejeitadas pelo Tribunal de Costas dos Municípios do Estado da Bahia.

Compartilhar