Cerca de 50 integrantes da Organização Baiana dos Desempregados de Camaçari (OBDC) realizaram uma manifestação em frente à Clínica Humanas, localizada no centro de Camaçari, na manhã da ultima quarta-feira (09).

O grupo ocupou a recepção da clínica com o objetivo de impedir que trabalhadores de Candeias – que supostamente estariam sendo contratados pela empresa Fafen-BA (Fábrica de Fertilizantes Nitrogenados) – realizassem o exame médico admissional. Policiais militares do 12° Batalhão foram chamados para negociar o retorno do atendimento.

De acordo com o vice-presidente da OBDC, Reinaldo Barbosa, só após ocuparem a unidade médica foram informados de que, na verdade, o grupo de candeienses estaria sendo contratados por uma empresa localizada fora dos limites geográficos de Camaçari. “Mesmo assim vamos continuar aqui, pra garantir que pessoas de fora continuem ocupando as vagas de emprego das empresas da nossa cidade”, declarou, informando que os trabalhadores de Camaçari também são impedidos de trabalhar em Candeias e em outras cidades da Região Metropolitana.

“Já entramos em acordo com algumas empresas para garantir que 70% da mão de obra fosse preenchida por moradores de Camaçari. Mesmo assim eles estão descumprindo esse acordo, por isso temos que fiscalizar e lutar pelas nossas vagas”, acrescentou Reinaldo.

Bahia No ar

Compartilhar