Em um jogo onde o Bahia foi melhor em quase todos os 90 minutos, o Vitória não se entregou e arrancou um empate de 1 a 1 no BAVI de ida da final do Baianão, na noite desta quarta-feira (3). Tiago marcou para o Tricolor ainda no primeiro tempo. Armero, contra, fez para o Rubro-Negro no segundo tempo.
Com o resultado, o Leão manteve a vantagem para o jogo de volta. No Barradão, no próximo domingo (7), com apoio da sua torcida, o Vitória só precisará de um novo empate sagrar-se campeão. Já ao Esquadrão resta um triunfo por qualquer placar para ficar com o título.
O JOGO
Um primeiro tempo de um time só. O Bahia dominou as ações e pressionou o Vitória, que sofreu para conseguir sair em contra-ataque e armar jogadas.
Logo aos dois minutos, Zé Rafael fez jogada individual, entrou na área e chutou na trave.
O único lance de perigo do Vitória foi aos cinco minutos. Cleiton Xavier cobrou escanteio e quase fez olímpico. Jean espalmou em cima da linha.
A partir daí, só deu Tricolor. O gol se desenhava a cada minuto e a zaga do Vitória batia cabeça.
Aos 33, a rede balançou. Régis cobrou falta na área, Tiago subiu sozinho e desviou. Fernando Miguel ainda aceitou pode debaixo das pernas e nada fez.
Ao final do primeiro tempo, se desenhou mais uma confusão entre Kanu e Lucas Fonseca. Mas, o princípio de briga foi logo contido pelos próprios atletas.
Na volta para o segundo tempo, o Vitória deu seu primeiro chute a gol na partida. Aos cinco minutos, Euller cruzou bola da esquerda e Paulinho, meio que de carrinho, desviou e acertou a rede pelo lado de fora.
Minutos depois, o Bahia sofreu uma baixa. Régis sentiu um desconforto na coxa e pediu para sair. Guto colocou Gustavo no lugar do meia.
Aos 16, o Tricolor teve a chance de ampliar. Allione lançou Gustavo livre na área, mas o atacante se atrapalhou na hora do chute e mandou na rede pelo lado de fora.
Aos 23, blitz do Vitória. Primeiro, Patric deixou marcador no chão, na área, e chutou colocado. Eduardo salvou de cabeça quase que em cima da linha. Na sequência, Geferson cruzou da esquerda e Cleiton Xavier cabeceou no travessão.
Aos 32 minutos, o Leão chegou ao empate. Patric invadiu a área em jogada individual, chutou e Jean fez a defesa. No rebote, a bola bateu em Armero e voltou para as redes de Jean.
Aos 42 minutos, o Vitória ficou com um jogador a menos. Uillian Correia acertou um pontapé em Diego Rosa, recebeu o segundo amarelo e foi expulso. Mas, não houve tempo para o Bahia aproveitar a superioridade numérica.
Bahia 1 x 1 Vitória
Baianão 2017 – Final (Ida)
Local: Arena Fonte Nova, em Salvador (BA)
Data/Horário: 03/05/2017, às 21h45
Árbitro: Raphael Claus (FIFA-SP). Assistentes: Marcelo Carvalho Van Gasse (FIFA-SP) e Danilo Ricardo Simon Manis (FIFA-SP)
Cartões amarelos: Willian Farias, Geferson, Uillian Correia (VIT)
Cartões vermelhos: Uillian Correia (VIT)
Gols: Tiago (BAH); Armero-contra (VIT)
Bahia
Jean; Eduardo, Tiago, Lucas Fonseca e Armero; Edson, Renê Júnior (Diego Rosa) e Régis (Gustavo); Allione, Zé Rafael (Juninho) e Edigar Junio. Técnico: Guto Ferreira.
Vitória
Fernando Miguel; Patric, Kanu, Alan Costa e Geferson; Willian Farias, Uillian Correia, Cleiton Xavier (Pisculichi) (Renê Santos) e Euller (Rafaelson); David e Paulinho. Técnico Interino: Wesley Carvalho.
 Bocão News
Compartilhar