Evento vai reunir representantes baianos dos esportes equestres e participará de sessão na ALBA.

Apaixonados por cavalos se reunirão no próximo fim de semana na capital para participação posterior em sessão da Assembleia Legislativa do Estado da Bahia (ALBA) onde será discutida alternativas para as atividades à cavalo – que ficou polemizada com a decisão do STF de barrar a prática da vaquejada. Para além do debate político, também haverá cavalgada e momentos de entretenimento. Autoridades políticas, como o deputado Gika Eduardo, além de empresários e vaqueiros, já se afirmam mobilizados para o grande ato, chamando a atenção para o que apontam como “a maior reunião de cavaleiros e vaqueiros do estado”.

Confira o planejamento do evento como divulgado pelos próprios organizadores.

No domingo, vamos descarregar os animais no fundo do Parque de Exposições a partir  das 7 h e sair em cavalgada e com os caminhões e carros acompanhando atrás em direção à Assembleia Legislativa, após às 12h para não causar nenhum transtorno no trânsito e evitar atrasos aos estudantes que participarão do ENEM ( já que os portões fecham neste horário ). Depois temos missa do vaqueiro e muita programação voltada à família. Os caminhões serão enfileirados ao lado do meio fio no CAB onde pernoitarão com segurança noturna garantida. Terá também espaço delimitado para armar barracas dos que vão pernoitar e água para os animais em caixas d’agua estrategicamente localizadas, todos têm que levar alimentos para seus animais.

Na segunda é dia de Sessão Especial para debater alternativas que permitam a prática das atividades a cavalo, com bem-estar animal e combate aos maus-tratos, logo após a sessão no plenário da Assembleia teremos várias falas num mini- trio que estará localizado em frente à rampa de entrada da ALBA. Finalizando nosso movimento uma cavalgada de despedida pelo CAB e posterior embarque dos animais em uma rampa móvel que estará disponível para todos os participantes.

Compartilhar